A Frysk Industrial, empresa do grupo baiano Aurantiaca

Compartilhe:Share on Google+Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

A Frysk Industrial, empresa do grupo baiano Aurantiaca, vem investindo forte no mercado de fibra de coco desde o começo de 2013, com a marca de biomantas e biorrolos Fibraztech. Com a produção de biomantas e biorrolos limitada no País, as construtoras e mineradoras que tem dificuldade em conseguir o produto em grande escala para solucionar problemas em seus projetos e obras, que incluem recuperação de áreas degradas e contenção de tabules, agora podem contar com os produtos da Fibraztech, que possuem qualidade elevada e alta capacidade de produção. Com um investimento de mais de 250 milhões, a empresa atua em toda a cadeia produtiva do coco em uma das maiores regiões produtoras do Brasil, no município de Conde, no litoral da Bahia. Além disso, a Frysk Industrial é responsável pelo aproveitamento de 100% da casca do fruto e tem como principal objetivo produzir as melhores fibras e biomantas de coco do mercado. “Hoje temos capacidade para entregar aos nossos fornecedores uma grande quantidade do produto e com uma qualidade excepcional”, reforça o vice-presidente da Aurantiaca, Roberto Lessa.

Hoje temos capacidade para entregar aos nossos fornecedores uma grande quantidade do produto e com uma qualidade excepcional

As biomantas já estão sendo aplicadas no setor de bioengenharia, na recuperação de áreas degradadas, erosões, em obras emergenciais, proteção de cursos d´água e também no agronegócio. Segundo Lessa, o material ainda tem potencial para atender o mercado automotivo, na utilização das fibras e compósitos em assentos, encostos, apoios de cabeça, forro de portas, tapetes, teto, porta-luvas entre outros. “Temos ainda um laboratório com capacidade para atender, desenvolver e solucionar demandas específicas dos fornecedores, de maneira rápida e eficiente”, ressalta Lessa.

Como as biomantas antierosivas são fabricadas industrialmente a partir das fibras vegetais, as elaboradas com fibra de coco apresentam os melhores resultados no quesito custo, tempo de resposta e biodegrabilidade. As fibras são costuradas formando uma trama bem resistente e protegida por redes de polipropileno ou juta, o que permite uma vida útil suficiente para os vários ciclos de germinação, além de serem altamente sustentáveis.

Compartilhe:Share on Google+Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter